Gaudêncio
29 de julho de 2016
Ródsom dos Anjos
29 de julho de 2016

Talvez o momento mais louco do espetáculo seja a aparição da doce e sem noção Virgínia Istar Uars. Ela comanda um programa de entrevistas, interagindo com o público e revelando seus devaneios com a maior naturalidade.

Ex-zagueira do Aimoré F.C., ex-servente de pedreiro, ex-lutadora de vale-tudo, ex-militar, ex-baby-“sister”, ex-dançarina de “poste” dancing…

Ingenuamente tosca e com a sensibilidade de um rinoceronte, ela fala o que pensa e o que quer, sem pensar no que quer e sem querer o que fala. Tipo assim.

AHÃ!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *